terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Sugestão -

Esses dias me deparei com um poema muito criativo e muito sugestivo, desde o título até a ultima linha de desenvolvimento e no exato momento pensei em postar aqui para compartilhar com vocês, caros colegas. Espero que gostem!

Embriaga-te - Charles Baudelaire

Devemos andar sempre bêbados.
Tudo se resume nisto: é a única solução.
Para não sentires o tremendo fardo do Tempo que te despedaça os ombros e te verga para a terra, deves embriagar-te sem cessar.
Mas com quê?
Com vinho, com poesia ou com a virtude, a teu gosto.
Mas embriaga-te.
E se alguma vez, nos degraus de um palácio, sobre as verdes ervas duma vala, na solidão morna do teu quarto, tu acordares com a embriaguez já atenuada ou desaparecida, pergunta ao vento, à onda, à estrela, à ave, ao relógio, a tudo o que se passou, a tudo o que gemeu, a tudo o que gira, a tudo o que canta, a tudo o que fala, pergunta-lhes que horas são:
"São horas de te embriagares!"
Para não seres como os escravos martirizados do Tempo, embriaga-te, embriaga-te sem cessar!
Com vinho, com poesia, ou com a virtude, a teu gosto.


Grande Abraço! Até a próxima!

3 comentários:

Joana Masen disse...

Devo confessar que não conhecia o poema. Achei-o muito intenso. Vamos todos nos embriagar com a poesia nossa de cada dia. Bjos!

MUSA DA POESIA disse...

Amei este blog,construido por pessoas inteligentes e de um conteúdo muito bom.
Gostaria de convida-la a fazer parte da minha rede VAEBRASIL,onde temos grandes nomes da literatura Brasileira.Vaebrasil,é um projeto cultural de minha autoria,revelador de talentos
http://institutovaebrasil.ning.com

ESPERA FELIZ
aUTORA: Léa Lu

Na ânsia louca
Quase pouca
Pouco a pouco espero
Pra ver
curtir e ser
As aventuras
que quis e fiz
Do meu feliz viver.

MUSA DA POESIA disse...

Faltou uma frase da minha poesia,desculpe-me!

Na ânsia louca
Quase pouca
Pouco a pouco espero
pra ver,
curtir e ser
O mundo feliz
As aventuras
que quis e fiz
Do meu feliz viver

Postar um comentário