domingo, 20 de dezembro de 2009

Lágrimas de Dragão [Prólogo]


Bom o domingo é vago aqui no blog dos letreiros, o pessoal quer dar uma folgada e etc. Mas resolvi que este blog não pode parar e então passarei a postar episódios de minha nova novela que estreia hoje. Espero que apreciem e dêem um feedback do que estão achando.







Vinicius Fuscaldy
(Os Letreiros)





Lágrimas de Dragão [Prólogo]




Houve uma época em que nosso planeta era habitado por uma raça de criaturas superiores. Eles tinham uma sabedoria suprema, quase que divina. Sabiam de todas as artes, ciências e o principal, controlavam todos os caminhos da magia. Essa raça de quem eu relato, hoje apenas vive em nossos sonhos, fantasias mais remotas. Esse raça é conhecida como Dragões.
No princípio só os Dragões dominavam o mundo, eles se dividiam em doze sub-raças e delas reuniam os mais sábios de cada uma e constituíram o conselho das doze raças. Dali se decidiam o rumo das atitudes em relação ao planeta e também das relações inter-pessoais e inter-raciais. Assim viveram em harmonia durante séculos, milênios. O tempo foi se passando, novas outras raças já habitavam o planeta e uma delas chamava a atenção dos Dragões, os humanos. Eles evoluíam muito rápido, tinham um potencial enorme.e então, o conselho decidiu ensinar o que sabiam a eles.primeiro as artes, depois a ciência e por último a magia. Os humanos cresceram, evoluíram ainda mais e passaram a se proliferar pelo planeta.
Os Dragões tinham uma particularidade, com sua alta magia, conseguiam se transmutar e tomar a forma de humanos. Muitos deles se encantaram pelas humanas, por sua beleza e seus dotes e com elas geraram proles. Desse encontro surgiu uma nova raça que ficou conhecida como Draconianos. Eles eram meio homem e meio Dragão. Tinham habilidades, força e resistência física como nenhum outro ser humano e tinha também uma maior facilidade de manipular a magia.
Até chegar um ponto em que a humanidade já estava muito evoluída e os Dragões sabiamente entenderam que não eram mais úteis. Os homens já não procuravam por eles, começaram a engendrar seus jogos políticos e de guerra. E assim o conselho se reuniu pela última vez. Decidiram por tomar uma atitude extrema, deixar este mundo aos humanos, que na verdade com o passar do tempo se tornaram os donos legítimos deste planeta.
Eles decidam por hibernar num sono eterno e só voltariam se algo de catastrófico ameaçasse o mundo. Assim ,adormeceram e com eles a porção de Dragão que existia nos draconianos, os tornando seres humanos comuns.

Os séculos e milênios se passaram e o fato se tornou história, a história se tornou lenda e a lenda finalmente se tornou um mito.



Continua...


P.S: Minha outra novela está postada no Recanto das Letras : A Queda : Como Morre Um Anjo?

P.S: Amanhã não percam a estreia de Mayra Gomes aqui nos letreiros! Aguardem!

fonte foto: Wordpress

Um comentário:

Cris Linardi disse...

Uau! Nossa, Vinnie! Adorei este 1o. capítulo. Bem instigante e bastante interessante, aguça a curiosidade da gente! Estou doida pra saber a continuação! Tá com cara de filme de Spielberg!
Beijos!

Postar um comentário