sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Natal: Amigo secreto e Coca-Cola





Todos os anos, quando se aproxima a época do Natal, se inicia a febre do “amigo secreto” em todos os lugares: família, empresa, escola, amigos... Ninguém está livre, e aqueles que se recusam a participar em geral são chamados de chatos e anti-sociais. Bem, eu como qualquer mortal não consigo ficar de fora da brincadeira, e acho até divertida. Todo mundo se confraternizando e tal, trocando presentes, trocando elogios (tá, nem sempre sinceros, mas q daí?) e aquele clima de festa que todos nós adoramos. E quem nunca se deu mal numa brincadeira dessas que atire a primeira pedra. Eu mesmo, já passei por situações embaraçosas e já presenciei outras tantas com outras pessoas. Já ganhei presentes adoráveis e outros nem tanto. Uma pessoa muito querida minha participou da brincadeira esse ano e não recebeu presente nenhum, simplesmente por que o amigo não comprou nada, e isso é uma baita falta de consideração. Na revelação do amigo da família esse ano houve um momento muito engraçado: uma pessoa deu o presente e se esqueceu de tirar a etiqueta com o preço, e o povo não perdoou, caiu em cima e fez aquela bagunça, principalmente porque o presente tinha sido muito barato, acho que o mais barato de todos. Enfim, a noite de Natal para mim tem que ter o amigo secreto, se não, não está completa. Este ano estou inovando e pela primeira vez participo de um amigo secreto virtual, o “Amigo Poético” que rola no Blog de 7 cabeças. Vamos ver o que rola.

Outra coisa importante pra mim no Natal são os comerciais de televisão. A cada ano os publicitários buscam inovar e se superar para chamar a atenção dos consumidores para determinado produto. Alguns ficam realmente muito bons e acabam encantando quem os vê. Na minha infância uma das coisas mais aguardadas dessa época eram os comerciais da Coca-Cola, com seus caminhões iluminados e os ursos polares que só existiam em nossa imaginação, já que no Brasil o Natal acontece em pleno verão, e todas as crianças ficam vendo aquelas imagens do inverno nos países “do lado de cima do Equador” com muita neve e muito frio. Por conta do capitalismo, acabou-se convencionando que o Natal tem a ver com neve, e isso para nós brasileiros é impraticável. Ontem a noite minha sobrinha de 3 anos perguntou para minha mãe: “- Natal é neve, né vovó?”

Voltando aos comerciais, os da Coca-Cola para mim são inesquecíveis, são uma parte de meu Natal. Por isso, coloco aqui o link para um dos meus preferidos, para que todos possam se contagiar pela magia do Natal.

Também vi um comercial muito bonitinho, que não tem nada a ver com a Coca, mas que também traz esse espírito de renovação que vem com essa época do ano, aquela sensação de que no ano que vem tudo será melhor e poderemos realizar todos os sonhos. Isso sem falar da música, perfeita. Assista aqui

No Youtube encontrei um vídeo sobre aquela história de que a Coca-Cola inventou o Papai Noel, e a explicação é totalmente aceitável, Aqui.

Na verdade eu não queria cair no lugar comum e escrever sobre o Natal, mas acabei cedendo e me deixando levar pelo clima. Afinal, nesse dia, o que mais eu poderia escrever?

Para finalizar, meus votos de felicidade e prosperidade à todos! É isso.



PS1: Xuxa, Simone, Roberto Carlos... quem agüenta? (acho que não tem mais trema,ou tem?)

PS2: dia 25 de dezembro, um dos dias mais inúteis do ano... nada pra fazer... comida de ontem... preguiça...





O livro da autora inglesa Betty Bib nos apresenta o mundo encantado das fadas que trabalham na preparação da festa de Natal. Traz receitas, dicas para fazer enfeites e jogos interativos.

O Livro das Fadas de Natal - Um Belo Passeio Pela Época Mais Festiva do Ano
Autor: Betty Bib
Editora: Publifolha
Edição: 1a. edição, 2006




foto: www.chewing.com.br/

2 comentários:

Cris Linardi disse...

Joana, impecável sua postagem, parabéns. Quanto à trema: caiu sim, todas!
Bom, eu também me lembro dos comerciais de Natal da infância, mas um que não sai da minha cabeça é o de uma companhia aérea, acho que a TAM, que tinha aquela musiquinha: Estrela brasileira, no céu azul, iluminando de norte a sul... Recentemente eu vi esse comercial de novo, foi muito nostálgico, rs.
Grande abraço!

M. F. Gomes disse...

Joes, tudo de bom seu texto! Adorei também a imagem da coca hehe Adoro seus comentários sinceros em "P.S." kkkkkk Beijos, muito sucesso e prosperidade pra ti

Postar um comentário